Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 20 a 25 anos, Portuguese, Spanish, Música, Livros


// MÚSICA









// HISTÓRICO



Histórico:

- 30/08/2009 a 05/09/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 05/07/2009 a 11/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009







// OUTROS BLOGS



- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis






// VOTAÇÃO



- Dê uma nota para meu blog







//LAYOLT






dado.pag






- Postado por: Enolla às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




TOURO - O Resistente. Que encanta, mas agressivo. Podem parecer enfadonhos, mas não são. Trabalhadores duros. Amável. Forte, tem resistência. Seres sólidos e estáveis e seguros dos modos deles/delas. Não procuram atalhos. Orgulhosos da beleza deles/delas. Pacientes e seguros. Fazem grandes amigos e dão bons conselhos. Bom coração. Amam profundamente - apaixonados. Expressam-se emocionalmente. Propenso a temperamentos e acessos de raiva ferozes. Determinado. Cedem aos seus desejos frequentemente. Muito generoso.



- Postado por: Enolla às 11h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O amor é paciente e benigno, não arde em ciumes....

O amor não se ufana, não se ensoberbece;

O amor não é rude nem egoista, não se espera não se recente do mal,

O amor não se alegra com a injustiça...

Mas regozija-se com a verdade;

Esta sempre pronto para perdoar...

Crer e suportar...

O que vier....

(Filme "Um amor para recordar") Um dos mais belos q vi até hj!!


O AMOR É COMO O VENTO EU NÃO POSSO VE-LO MAS POSSO SENTI-LO A Walk to Remember (br:Um Amor para Recordar / pt:Um Momento Inesquecível) é um filme de 2002 baseado no livro de romance homônimo de Nicholas Sparks. O filme foi dirigido por Adam Shankman e produzido por Denise DiNovi e Hunt Lowry, para a Warner Bros. Pictures. Landon Carter (Shane West) é um jovem sem metas, temperamental, irresponsável e que não tem fé, que foi punido por ter feito uma brincadeira de mau gosto a um rapaz que fica paraplégico. Como punição, o diretor da escola faz com que participe na produção de uma peça que está sendo montada, onde ele conhece Jamie Sullivan (Mandy Moore), filha do pastor da pequena cidadezinha onde moram, uma garota certinha que o ajuda a ensaiar para a peça com apenas uma condição: ele não se apaixonar por ela. Porém ambos se apaixonam, até que Jamie conta-lhe um segredo que muda a vida dos dois.

Elenco

  • Shane West - Landon Carter
  • Mandy Moore - Jamie Sullivan
  • Peter Coyote - Reverend Sullivan
  • Daryl Hannah - Cynthia Carter
  • Al Thompson - Eric
  • Lauren German - Belinda
  • Clayne Crawford - Dean
  • Paz de la Huerta - Tracie
  • Jonathan Parks Jordan - Walker
  • David Lee Smith - Dr. Carter


- Postado por: Enolla às 10h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Solidão, por Chico Buarque


"Solidão não é a falta de gente para conversar,
namorar, passear ou fazer sexo...
Isto é carência!

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência
de entes queridos que não podem mais voltar...
Isto é saudade!

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe,
às vezes para realinhar os pensamentos...
Isto é equilíbrio!

Solidão não é o claustro involuntário que o destino
nos impõe compulsoriamente...
Isto é um princípio da natureza!

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado...
Isto é circunstância!

Solidão é muito mais do que isto...

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos
e procuramos em vão pela nossa alma.
"
, Chico Buarque



- Postado por: Enolla às 12h03
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Hj acordei deprimida...

Desorientada, com aquela vontade de morrer,

Que as x me assombra... Como quando quis me matar...

Tenho vontade de chorar, mas não sei por que... Lágrimas vazias....

Palavras sem nexo, pensamentos absurdos...

Qual o meu erro? O q te faz agir assim comigo!

Porque estou aqui?? Sempre cercada de pessoas, mas sempre sozinha...

Estou tão cansada de ser Eu!!




- Postado por: Enolla às 11h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




"Às vezes o que o espelho mostra
É duro de se ver...

Admitir que o que tu critica...
É parecido com você...
"



- Postado por: Enolla às 11h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Antiaids vira droga "recreativa"

Um trio perigoso começou a frequentar salas escuras de baladas e festas particulares, predominantemente procuradas pelo público gay. É a mistura de três pílulas - medicamento contra impotência, ecstasy e uma das drogas usadas no coquetel antiaids - que revela não apenas a postura suicida dos jovens com relação às doenças sexualmente transmissíveis como também a necessidade, a qualquer custo, de "alucinar" durante as noitadas.

O pagamento de até R$ 200 pela tríplice de comprimidos é justificada com argumentos que têm aterrorizado quem os escuta: o ecstasy é para pirar, o remédio antidisfunção erétil, para ter fôlego, aguentar todas as relações sexuais e aumentar a libido e o remédio contra aids é porque sabem que vão fazer sexo sem camisinha depois de tanta piração. Acreditam que o remédio pode impedir a infecção, o que não tem nenhuma comprovação científica. Usuários dizem que já havia a cultura de recorrer a fortes medicamentos para tratar o HIV pós-sexo de risco, chamado de "coquetel do dia seguinte". Agora, as baladas mostram que engatinha a "moda" da pré-exposição.

O comportamento negligente não para aí. A combinação de remédios usada para tratar o vírus HIV, importante conquista para a sobrevivência dos pacientes soropositivos, também foi desvirtuada para a categoria de "drogas recreativas". Além da ideia extremamente perigosa de que pode ser uma proteção para a roleta russa que é ter relações sexuais sem preservativo, também é consumido para dar um "plus no barato", com o intuito de conseguir aumento da ereção e alucinação. O alerta dos especialistas quanto à prática é que mesmo que esse comportamento arriscado hoje esteja restrito ao grupo gay (e endinheirado), a história da aids já mostrou que a doença não segue nem respeita orientações sexuais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



- Postado por: Enolla às 09h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________